unraccord

a primeira vez de Sasha Grey



A primeira vez da ilustre escritora Sasha Grey 
foi logo com dois e daqueles bem grandes.





o neo-existencialismo libido-literário de fragrâncias pós-neo-realistas
 de escatalogia neo-liberal, louvável e prestímano. 
Apadrinhado e prefaciado pelo Mr. Marquis de Sade.
O(a)s primeiro(a)s 300 a comprar o livro recebem grátis da autora 
um fellatio ou um cunnilingus delicatessen autografados,
nas melhores gelatarias de comércio artesanal, ou mercearias gourmet.




porque a literatura é uma coisa séria
que não interessa para nada.
E não vale mais do que um pintelho.
O pior da Sasha Grey ao melhor
do que por aí faz capas de jornais.

à venda ao lado das hortaliças e do perfume Chanel 5.
mais info aqui.

5% das vendas revertem para a Sociedade-Protectora-dos-Hífens.