unraccord

A Melhor Juventude, um grande e belíssimo filme

La Meglio Gioventù (Itália, 2003) de Marco Tullio Giordana é um épico familiar de quase 6 horas, centrado na vida de dois irmãos Nicola e Matteo, entre 1960 e 2003. Ancorado em factos da História de Itália o filme percorre várias cidades Italianas: Roma, Turim, Florença e as ilhas da Sicília e Stromboli, com passagem pela Noruega. Durante estas décadas acompanhamos o crescimento, o envelhecimento e as relações que as personagens vão estabelecendo às vezes com alegria, outras com amargura e muitas com sofrimento, é um filme que faz libertar as emoções e nós na garganta.
O argumento é bastante elaborado, com pontos de encontro com a novela e excelente banda sonora, mas o grande destaque neste filme é a realização de Marco Tullio Giordana que é exemplar desde a câmara que se move sobre o rosto dos actores proporcionando belos grandes planos, às composições cinematográficas de planos rigorosos e campo-contracampo admiráveis. Os actores são também do melhor, oferecem interpretações magnificas, contidas nas emoções e por isso mesmo tão fortes, tão humanas, trágicas e emotivas. Um filme grandioso em tempo e cinema, daqueles que nos reconciliam com a vida.